Você sofre de excesso de gases?


nariz-e1456842153675

O excesso de gases é uma queixa comum em diversas pessoas. É algo bastante constrangedor em alguns momentos, não é?

 

Vamos então dar uma checada nas principais causas desse grande mau (ou será mau cheiro?).

 

ALERGIAS ALIMENTARES

O glúten é a alergia ou sensibilidade alimentar maior causadora de gases. Está presente principalmente nos derivados de trigo (farinha de trigo). Mesmo se negativos os exames de laboratório como anticorpos para glúten ou doença celíaca, você pode ainda ter reações para glúten.

Os lacticínios contêm proteínas como caseína e açúcar lactose. Os mesmos podem inflamar seu intestino, e consequentemente gerar os famigerados gases.

Existem ainda outros alimentos malvados como soja, milho e ovos (quem nunca já entrou em um elevador com aquele cheirinho de ovo podre deixado por alguém?).

As reações alérgicas estão muito além de somente problemas gastrointestinais. Elas podem gerar inclusive obesidade, depressão e acne.

 

SUPERCRESCIMENTO DE BICHINHOS (OU MICROFLORA) DO MAL EM NOSSO INTESTINO

Você sabia que nós humanos não conseguimos produzir os gases? “Como assim Doutor?”

A verdade é que são micro-organismos dentro de nós (os “bichinhos em nossa barriga”) que produzem os gases. Por exemplo: temos mais de 500 espécies e por volta de 3 quilos de bactérias em nosso trato gastrointestinal. Na verdade, temos mais DNA bacteriano em nosso corpo do que DNA humano! E dentre todas essas bactérias temos as boazinhas, as más, e as muito más. Se temos uma predominância das bactérias ruins, ou se estas se movimentam para locais onde não deveriam estar (como o intestino delgado), então esses bichinhos maus começam a fermentar a comida que digerimos, principalmente os açúcares e amidos.

Esse desequilíbrio de bactérias ruins também pode ser o gatilho para o desenvolvimento de doenças como Síndrome do Intestino Irritável, Supercrescimento Bacteriano no Intestino Delgado (SIBO), e Supercrescimento de Fungos.

 

ALTO CONSUMO DE AÇÚCAR E AMIDO

Quando você come alimentos com amido – pão, cereais, massa, arroz, batatas ou alimentos açucarados – as bactérias em seu intestino fermentam os açúcares presentes na comida, gerando gases. Alguém já viu a fermentação de alguma comida, o iogurte caseiro, por exemplo?  Durante o processo de fermentação se gera muito gases. Qualquer processo de fermentação emite gases e tudo se expande. Isso é o que acontece no seu intestino. O por isso que você fica estufado logo após as refeições.

 

DICAS E ORIENTAÇÕES:

Em muitos casos gosto de recomendar uma DIETA BAIXA EM CABOIDRATOS. E friso para evitar o máximo possível os lacticínios fermentados (queijos, iogurtes, coelhadas, etc), que apesar de serem baixos em carboidratos, são comidas bem inflamatórias em grande parte da população.

Em outros  casos sugiro fazer o que chamo de DIETA DE ELIMINAÇÃO, onde retiramos os principais alimentos alergênicos e inflamatórios no consumo diário, como por exemplo.: glúten, lacticínios, milho, soja, ovos, amendoim, álcool, açúcar, carnes gordas, derivados do porco, embutidos, cafeína.

Em alguns já oriento uma DIETA BAIXA em FODMAP.

Existem também testes para avaliar um possível Supercrescimento Bacteriano no Intestino Delgado (ou SIBO), e Intolerâncias a alimentos como frutose e lactose. O teste que mais recomendo atualmente é o Teste dos Gases Expirados (Hidrogênio + Metano). Esse é um teste não invasivo e bem simples de se fazer.

Se seus sintomas não melhorarem, recomendo então buscar um bom profissional que trabalhe com a Saúde Funcional e Integrativa. O mesmo precisará te ver como um todo, um ser integral, e trabalhar bem no seu estilo de vida.

 

Comentários

comentarios