5 Alimentos que podem gerar depressão


A alimentação é o melhor remédio. Todas as suas células, ossos, moléculas de sinalização e seus tecidos são construídos a partir do que você consome. Por exemplo, gorduras providas de laticínios ajudam a construir o tecido cerebral e ajudam a balancear os hormônios, já os músculos são construídos a partir do consumo de proteína. Vários estudos mostram que pessoas que seguem uma dieta anti-inflamatória tem um risco consideravelmente menor de desenvolver depressão.

Um estudo recente acompanhou cerca de 6.500 mulheres, durante 12 anos, mostrou que mulheres que consomem apenas alimentos anti-inflamatórios tem 20% a menos de risco de desenvolver depressão. Essa dieta anti-inflamatória consiste em gorduras saudáveis, vitaminas, antioxidantes, e proteína de qualidade. Por outro lado, vários alimentos indicados pelo Ministerio da Saude geram uma inflamação crônica. Os cinco alimentos inflamatórios abaixo são os contribuidores mais frequentes em tratamento de pacientes com depressão:

 

GLÚTEN:

bread-pasta-gluten-fb

Várias pessoas acreditam que o glúten só é prejudicial para quem é portador de Doença celíaca. Quer você tenha sido diagnosticado ou não com sensibilidade ao glúten, ele não tem feito nada a seu favor. Ele é basicamente encontrado em alimentos processados.

GlÚten gera inflamação pois irrita o intestino, seus micróbios e tecidos. Essa proteína faz com que as células do intestino produzam um componente chamado Zonulina, levando a permeabilidade do intestino. O glúten pode também interferir na digestão, pois aglutina partículas de alimentos.

O consumo de glúten foi conectado a depressão, convulsões, enxaqueca, ansiedade, danificação dos nervos e sintomas de déficit de atenção e hiperatividade. Glúten já foi conectado a mais de 200 problemas de saúde, e neurotoxicidade está no topo da lista.

 

LACTICÍNIOS:

laticínio

Vários estudos comprovaram que caseína, a proteína encontrada em laticínios podem levar a inflamação. A caseína foi ligada a vários condições psicológicos, variando de esquizofrenia à depressão. Os laticínios podem não ser um problema para todos, e algumas pessoas podem ter tolerância a alguns tipos de laticínio, como leite integral. Felizmente, a Manteiga Ghee é um ótimo substituto para manteiga.

Se você está sofrendo com sintomas de depressão ou ansiedade, é valido eliminar os laticínios por 30 dias e observar como você se sente. Certas pessoas tem facilidade para reintroduzir os laticionios após um mês, sem nenhum problema, enquanto outras, perdem completamente a vontade e até mesmo vomitam ao tentar novamente.

 

 

ALIMENTOS TRANSGÊNICOS:

o-que-sao-alimentos-transgenicos-2-810x495

Alimentos geneticamente modificados se tornaram parte da nossa alimentação e tais alimentos, por definição, foram tratados profundamente com pesticidas e herbicidas. E como esses químicos foram feitos para matar, faz sentido que sejam tóxicos para a saúde humana e nossas células microbianas.

Tais alimentos também apresentar uma outra variedade de produtos tóxicos que podem ser ainda mais perigosos em combinação do que sozinhos. Como mesmo alimentos não alterados geneticamente podem estar contaminados com pesticidas, é sempre importante procurar alimentos orgânicos, principalmente em casos de depressão.

 

AÇÚCARES E AÇUCARES ARTIFICIAIS:

Tipos-de-açúcar-chris-castro-2

Nossos corpos não foram feitos para aguentar a montanha russa que é nosso consumo de açúcar e insulina que tantos tem ingerido ultimamente. Quando você consome açúcar, seja na forma de refrigerantes ou até mesmo massas, a glicose em seu sangue aumenta rapidamente. E rapidamente gera o pico no aumento da insulina. Quando a insulina remove o açúcar do sangue, você tem uma queda na glicose. Nesse momento, o Cortisol entra em ação para compensar e tenta colocar o açúcar de volta na corrente sanguínea. Esse processo, normalmente chamado de hipoglicemia reativa, é a responsável pelo vício em doces no geral, o que gera ansiedade, enxaqueca, irritabilidade e depressão.

Açucar bagunça nossa saúde do cérebro de três maneiras: Primeiramente, açúcar cria inflamação, normalmente por aumentar nossa insulina e agredir o microbioma do intestino. Depois, o açúcar descarrega hormônios, levando aos níveis de estresse de cortisol e atrapalhando os hormônios ligados ao sexo. E por ultimo, açúcar faz o sangue passar fome e danifica importantes estruturas em nossos corpos, como membranas das células e veias. Tudo isso pode levar a depressão.

 

 

ÓLEOS VEGETAIS:

xSunflower_Oil_Corn_Oil_Vegetable_Oil_Palm_Oil_Jatropha_Oil_Oil_Sunflower_Edible_Oil.jpg.pagespeed.ic.urE50svhAH

Vários alimentos processados, desde sobremesas pré-prontas até molhos para salada, contem esses óleos vegetais. Esses óleos incluem: óleo de girassol,  óleo de milho, óleo de soja, óleo de canola. São considerados “processados” porque vários procedimentos de alto calor e e alta pressão, bem como solventes químicos, são utilizados para cria-los. Além do mais, vários desses óleos são feitos com alimentos transgênicos.

Resumindo, nossos corpos não reconhecem óleos vegetais, especialmente os aquecidos e distorcidos. Consumir esses óleos vegetais propicia o corpo para inflamação. Tais óleos tem sido conectados com problemas de tireoide, doenças cardiovasculares, deficiência de nutrientes, câncer e doenças psiquiátricas, como depressão.


 

Que tal então começar agora e já eliminar esse alimentos de sua rotina?

Comentários

comentarios